A ROSA (Ajude quem permite ser ajudado)

Olha a Rosa

Bonita como uma prosa

Perigosa

Ou bondosa

Você não a conhece

Não sabe o que sofre

O que fala

O que esconde em seu cofre

Se reparar

Compreenderá

Verá o que guarda

O que lhe falta

Você vê gramas em volta

“Me solta”

Você escuta a Rosa

A grama a sufoca

São varias

Extorquindoa

Tirando cada conquista

Cada felicidade vista

Você vê o desespero em suas pétalas

Tão belas

Por dentro singelas

Por que justo com ela?

A cada segundo

A grama a sufoca mais

Você vai a perdendo mais

“Vou fundo!” pensa alto

Arranca as gramas em volta

MAs elas logo crescem de novo

“Solta!” Você diz alto

As gramas não a soltarão

Só ela poderá dizer não

Acabar com toda a pressão

Você a ama mas todo seu esforço,

Sera em vão”

Se a própria Rosa não se ajudar

Nada vai mudar

O máximo que pode é apoiar

Isso sim a fará mudar

Esse poema foi feito para abrir os olhos de todos. Se alguém não quer ser ajudado , você não pode fazer nada. Tente de tudo, verá que será em vão.

Ajude, mas só até onde puder.

be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *