Cresce menina

A gente cresce
Sem querer
Talvez por querer
Por medo
A gente se prende
A gente aprende
A ter malicia
A ter receio

Amadurecer mais rápido
Pra aguentar
Sem mesmo perguntar
“Porquê preciso crescer?!”

O vizinho
O carteiro
O padrinho
O padeiro
“Fique longe de todos filha”
Mamãe dizia
Com medo nos olhos
Desconfiando do mundo

Pra não ser machucada
A infância roubada
“Adulta” aos doze
Uma criança
Com medos de mulher
Não é uma sensação qualquer
Aconteceu com várias outras

A vida é assim
Para que um dia enfim
A menina, que nem é mulher
Perceba
Um abusador
Um malfeitor
Um estuprador
Enquanto os meninos
Cumprimentam-o
Sem nem desconfiar
De seu mal olhar

be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *