idades

Só eu que já reparei que quando uma menina faz seus doze anos mais ou menos, ela já é considerada matura suficiente para saber o que está fazendo. Matura suficiente para tomar decisões. Já é matura suficiente para saber com quem e com o que está lidando.

Já um menino, até seus 25 anos, ainda é considerado um moleque. Um moleque que ainda não sabe o que faz. Um moleque que não sabe o que é certo e o que é errado. Já dos 25 até seus 35, ele ainda é considerado muito novo. Muito novo para se conscientizar; muito novo para ter limites. Muito novo para se preocupar. Depois dos 40, ish, dai ele já está muito velho para mudar. Muito velho para entender e aprender, as novas formas de se comportar.

Sinceramente rapaziada, eu não culpo vocês não, juro. Nasceram e cresceram ouvindo isso. Foram evoluindo e escutando que o problema não era de vocês e que gritar “gostosa” ou buzinar e assoviar eram sinônimos de elogios, estavam diretamente ligados à coisas maravilhosas, que as mulheres iriam amar ouvir… é, sinto lhes informar que é só medo e uma raivinha que bate quando isso acontece. Então sim, eu realmente não culpo vocês por errarem, suas 3 vezes, todo mundo também erra né? Mas eu culpo vocês, quando erram a partir da quarta. Culpo quando aprendem o que é assédio, não precisa nem saber a palavra, mas sabe que a atitude não é agradável. Culpo quando vocês veem que está errado, e continuam fazendo como se o problema não fosse de vocês.

be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *