Mary Shelley

Mary Wollstonecraft Godwin, conhecida atualmente por Mary Shelley, foi a escritora do tão famoso livro Frankenstein, que foi publicado em pleno ano de 1818 já assinado pela moça.

Com a influência de seu pai, filósofo da época, Mary sempre teve habilidade e amor pela escrita, sempre tentando desenvolver sua própria obra, mesmo que na época as obras realizadas por mulheres não fossem muito bem reconhecidas ou nem mesmo aceitas.

Acompanhada pelo marido Percy Shelley e a irmã e melhor amiga Claire Clairmont, ela passou por momentos sombrios e obscuros durante a vida, no qual abalam a menina psicologicamente. O que ela imaginava que tornaria sua vida seu maior sonho, a torna um pesadelo, e em pouco tempo Mary, que tinha apenas seus dezesseis anos, tem que aprender a lidar com a vida real e cuidar de si mesma.

Todos os momentos que construíram a história da menina a deram inspiração para criar uma das maiores representações de medo, solidão e o sentimento de abandono. Mesmo com um dos maiores e mais conhecidos clássicos na mão, Mary deve que lutar para que o livro não fosse publicado em nome de seu marido, e sim no seu próprio.

Toda história de sua vida deu origem ao filme “Mary Shelley”, que apesar de parecer uma emocionante história fictícia, é uma grande biografia, que mostra como aquela menina de apenas dezesseis anos consegue se tornar por si só e diante de uma época extremamente patriarcal a Mary Shelley que conhecemos hoje.

be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *