Mulheres do esporte

Há algum tempo atrás, ouvi uma professora dizendo para uma classe inteira que mulheres jogam mal esportes. Obviamente, foi aquele típico momento em que todas as meninas da classe se entreolham sem ter qualquer resposta. E mais uma vez, o comentário passou batido.  

É uma pena não ser apenas uma professora desinformada que pensa assim.  

Por ser considerada do sexo frágil, a mulher nunca recebeu total apoio quando falamos em esportes, algo que sempre foi voltado muito mais para meninos. A partir desse pensamento, as mulheres passaram a não ganhar nenhum tipo de visibilidade no esporte, tendo assim, um suporte muito pequeno. 

Mesmo assim, existem várias mulheres que decidiram quebrar essas barreiras e se tornaram profissionais em diferentes modalidades. Algumas delas são: 

 

  • Marta Vieira da Silva: jogadora de futebol da seleção brasileira e atacante do time Orland Pride, nos EUA, considerada pela sexta vez, a melhor jogadora do mundo (entre homens e mulheres).  
  • Aída dos Santos: atleta brasileira, especializada em salto em altura, modalidade na qual ficou em quarto lugar nos Jogos Olímpico de Tóquio, em 1964. 
  • Maria Lenk: principal nadadora brasileira que bateu o recorde mundial de 200 metros e 400 metros de nado a peito. 
  • Maria Elizabete Jorge: halterofilista (que pratica levantamento de peso) brasileira que competia na categoria de 53kg, ela representou o Brasil nos Jogos Olímpicos de Verão do ano 2000. 
  • Lisa Leslie: jogadora de basquete americana tetracampeã olímpica e bicampeã mundial com a Seleção Norte-Americana. 
  • Hortência: jogadora brasileira de basquete com um total de 3.160 pontos em 127 partidas. Participou da conquista mundial de basquete, em 1994, e da medalha de prata nas Olimpíadas de 1996. 
  • Enith Brigitha: nadadora holandesa que participou duas vezes das Olimpíadas de Verão e ganhou duas medalhas de bronze nos Jogos Olímpicos de 1976. 
  • Janeth Arcain: jogadora e capitã brasileira de baquete que foi campeã pan-americana em 1991, campeã mundial pela Seleção Brasileira em 1994 e bi medalhista olímpica, em 1996 e 2000. 

 

Mulheres jogam mal esportes? 

be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *