Feminicídio – Poema

Feminicídio

 

Você tenta resistir

Você se faz persuadir

Até que as ultimas lágrima escorrem 

Seu peito sem movimentos

Tudo tão lento

Seus olhos já perderam o brilho

Você acaba de deixar seu filho

 

O assassino ainda está a solta

Com  seu filho em casa

“pai, porque mamãe esta assim?”

“está apenas descansando…”

Então ele recolhe o corpo

Morto

Que desgosto…

 

A criança dorme

Tão ingênua

Sobre o mesmo teto do assassino de sua mãe

Que nunca será lembrada por ninguém

Só mais um feminicídio

Só mais um crime

Só isso…

be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *