O dia das flores

8 de março. O dia em que as floriculturas e docerias tem seu lucro garantido. O dia em que os meninos fazem cartões para suas mães e avós, dizendo-lhes como são fortes e guerreiras. O dia em que os homens saem às ruas em busca do buquê mais lindo, do ursinho mais fofo e do chocolate mais saboroso. O dia do ano em que a mulher é mimada, recebendo cafezinho na cama, jantar à luz de velas e surpresinhas. Presentinhos materiais, que independentemente do valor, não escondem as marcas das agressões da noite anterior. Presentinhos materiais, que não recuperam a oportunidade de trabalho que uma mulher perdeu porque foi rebaixada e ridicularizada quando pensou em sair do fogão para ir ganhar o próprio dinheiro. Presentinhos materiais que não escondem a traição do mês passado. Presentinhos materiais que não diminuem o medo de levar um tapa na cara pela roupa que estava usando. Presentinhos materiais que não somem com os outros 364 dias do ano. Presentinhos materiais que não escondem o relacionamento abusivo.

be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *